14 de out de 2009

UM POEMAÇO



Se me perguntarem hoje o que mais gosto de ganhar, eu diria: poemas. Principalmente e por ter sido feito em minha homenagem. Com certeza não há paixão maior nesse mundo que ser carinhosamente lembrada por um grande poeta. Obrigada Rui, por todos os sonhos que tive, embalados pelo seu poema. Meu beijo eterno.

CACOS
Para Adriana Monteiro de Barros

Abro-me em cacos de sonhos.
Quero ser acolhido
em mãos sem medo.
Que as lágrimas não vertidas
encontrem seu vórtice
e brotem em meu rosto,
sem medo.

2 comentários:

Nydia Bonetti disse...

Que lindo...

claudio da costa disse...

te adoro muito minha doce amiga
poetiza
beijos doces no seu coraçao