29 de out de 2009

COMO POSSO TE AGRADECER, HELENA?


Arte/Frida Kahlo
Oi Adriana,
acabo de ler teu livro, inteiro, e quero te dizer que gostei muito.
talvez tenhas demorado a publicar porque estavas vivendo. e da vida mesma, essencial para o conhecimento de tudo e de nós mesmos, revelas a experiência e o sentimento de quem a vive intensa, sem medo, como uma flor que nasce no asfalto e dá luz ao que é escuro, movimento ao que parece estático, turbilhão onde existe apatia.
parabéns. e obrigada. foi muito bom estar frente a frente com uma pessoa sincera no que faz, e invulgar justamente por isso.
beijo
Helena Ortiz

Nenhum comentário: