19 de jul de 2008

Arranjo
Longe, a melodia arranha uma nota.
Entre os dedos longos, breve pausa.
Música, vozes, distância.
Era assim que ouvia o som de um piano:
invisível, mas perto bem perto do coração.


Um comentário:

adrianna coelho disse...


é assim que eu ouço sua poesia:
bem perto do coração.

beijos, minha amiga querida.