4 de nov de 2008

NASCIMENTO.



Eram nove horas da noite e um céu de novembro.
Era véspera do Dia dos Mortos.
Era primavera, mas chovia.
Nasci a fórceps, mas nasci.
Eu nasci no Dia de Todos os Santos.
Era dia primeiro de novembro
quando eu nasci.

4 comentários:

Pavitra disse...


poxa, e vc só avisa agora???

ainda bem que se pode desejar felicidade sempre, sem que importe o dia...

e ainda bem que vc nasceu!

beijos, adriana

Cosmunicando disse...

e que cada um desses inúmeros santos te traga nova inspiração a cada dia... parabéns pelo aniversário =)
beijos

Adriana Monteiro de Barros disse...

Queridas...sem palavras. Apenas obrigada!
bjs no coração

pedrolago disse...

...então a poesia jamais seria a mesma...

ainda bem que nasceste!
:-)