4 de ago de 2008

um horizonte de pássaros me visita e o tempo parece pescar o vôo no infinito.

Nenhum comentário: